Publicidade
Entrevista coletiva foi realizada na tarde desta quinta-feira (19).
Entrevista coletiva foi realizada na tarde desta quinta-feira (19).

O atual presidente do Conselho Administrativo do Departamento Municipal de Eletricidade (DME), Cícero Machado de Moraes, anunciou durante entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (19) que manterá a redução de 29,19% na tarifa de energia elétrica dos consumidores residenciais e industriais. O desconto havia sido divulgado pelo ex-diretor superintendente da empresa, João Deom Pereira, em novembro do ano passado.

De acordo com Cícero, o DME teria entrado com um recurso na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para reverter a redução na tarifa. “O assunto ficou um pouco mais polêmico porque, no final dessa decisão praticada pela Aneel, em 22 novembro, o desconto começou a valer naquela data. Porém, no dia 6 de dezembro, a administração da época entrou com recurso questionando algumas questões. Esse processo tramitou rapidamente e na ultima terça-feira (17), a diretoria colegiada a Aneel aceitou o recurso, mas negou provimento, ou seja, manteve o que estava” explicou.

O prefeito Sérgio Azevedo participou da reunião e comentou que a prefeitura e o departamento poderiam entrar com outro recurso na Aneel, mas optaram por não fazê-lo. “A nossa posição era bem clara de manter essa tarifa baixa, mesmo que isso viesse a trazer dificuldades momentâneas para o departamento. A gente entende que o DME tem que suprir isso através de eficiência, através de outros investimentos para que possa, aí sim, atingir os resultados e não simplesmente através de uma tarifa que estava sacrificando a população demais”.

Sérgio também voltou a falar dos recursos que a antiga administração retirava do DME. “A prefeitura tem que usar o DME, sim. O DME é um patrimônio do povo e que tem que ajudar a prefeitura. Nós somos privilegiados, poucas cidades do país têm um departamento desse e que pode gerar uma renda dessa. Temos aqui um departamento que pode estar nos socorrendo, mas não desta forma que ele tem feito. Desta forma ele esta caminhando para o final. É uma forma que se tira todo dinheiro que podia estar sendo investido para que ele cresça e para que ele gere mais recursos e há 12 anos isso não é feito. Então, o DME está estacionado e, com isso, logicamente, o dinheiro que é retirado, é retirado de um capital próprio e que começa a desfalcar a possibilidade do DME investir”, finaliza.

A tarifa de energia elétrica tem redução de 26,30% para residências e 32,07% para indústrias e é válida até o próximo dia 20 de novembro.