domingo , 19 novembro 2017
Últimas Notícias
Ofertas SuperVale

Bancos entram em greve hoje em Poços de Caldas


DSCF6462
26 agências de Poços e região aderiram à greve

Vinte e seis agências bancárias de Poços de Caldas e região terão parte do serviço paralisado hoje (o8) em Poços de Caldas e região. A decisão foi tomada na noite da última terça-feira, durante uma assembleia geral realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Sintraf).

Com a paralisação, apenas os serviços realizados nos caixas eletrônicos estarão disponíveis. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que os clientes podem agendar o pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais nos caixas eletrônicos.

DSCF6466
Logo pela manhã, filas se formavam nas portas das agências

Ainda tem a possibilidade de buscar correspondentes bancários, como postos dos Correios e casas lotéricas,para pagar contas e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar benefícios e fazer depósitos, entre outros serviços.

Reivindicações

Além de melhores condições de trabalho, os bancários pedem valorização do piso salarial, reposição da inflação mais 5% de aumento real, participação nos lucros e resultados (PLR) de três salários mais R$ 8.317,90.

No ano passado, a greve conquistou a adesão de mais de 700 trabalhadores em toda a região, chegando ao fim na tarde de 26 de outubro, após 21 dias de paralisações. Preocupada com o desdobramento da greve deste ano, a Federação Nacional dos Bancos já convocou uma nova reunião junto ao Comando Nacional dos Bancários para negociação dos itens reivindicados pelos trabalhadores. O encontro vai acontecer na próxima sexta-feira, dia 9, em São Paulo. O presidente do Sintraf de Poços de Caldas e Região estará presente na mesa de negociação junto aos banqueiros.

 

App Poços Já

1 Comentário

  1. Infelizmente aqui só se consegue alguma coisa com greve, principalmente se for relacionado ao governo federal. Desigualdades, injustiças, pressões absurdas reinam entre os funcionários do executivo, enquando o judiciário e legislativo se esbalda em dinheiro fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.