segunda-feira , 11 dezembro 2017
Últimas Notícias
Ofertas SuperVale

Produzida por jovens da rede pública , revista “Página 9 3/4” será lançada hoje


Criada por jovens da rede pública, a revista discutirá a literatura com foco mais adolescente
Criada por jovens da rede pública, a revista discutirá a literatura com foco mais adolescente (Foto: Divulgação/Casa na Árvore)

 

Acontece hoje (12), na biblioteca da Urca, às 19h, o lançamento oficial da revista eletrônica Página 9 ¾, que faz parte do projeto BilioArte LAB, encabeçado pela ONG Casa da Árvore.
 
Toda realizada por jovens leitores de idades entre 12 e 18 anos, matriculados na rede pública de ensino, a revista irá mensalmente tratar de assuntos relacionados à literatura. A ideia desponta como uma iniciativa para estimular a leitura entre os adolescentes, adotando a linguagem própria dessa faixa etária, ao mesmo tempo em que usa a tecnologia digital como aliada nesse processo.
 
A revista é um dos primeiros empreendimentos criativos desenvolvido no BiblioArte LAB, criado como estratégia para ampliar a capacidade dos adolescentes participantes atuarem como influenciadores de leitura nas suas comunidades. A escolha das redes sociais e outros meios digitais para viabilizar a publicação foi uma decisão dos próprios jovens.
 
“Depois de uma imersão no universo de leitura desses meninos e meninas, descobrimos que é por estas telas e conexões que eles vão construindo suas principais experiências culturais, especialmente de leitura”, detalhou Leila Dias, coordenadora de narrativas hipermídias da Cada da Árvore. Leila destacou ainda que “promover uma leitura crítica das mídias digitais é uma condição fundamental para formar leitores do século XXI”.
 
 
Uma nova experiência
 
A primeira edição conta com dois textos exclusivos, produzidos em conjunto pelos alunos. O primeiro questiona se é verdade que o jovem de hoje não gosta de ler e investiga quais seriam os motivos por trás disso. O segundo apresenta a rede social Whattpad, que integra, através da internet, escritores pouco conhecidos pelo grande público.
  
A atividade deu aos participantes uma amostra de como é, na prática, elaborar uma revista: “O que eu mais gostei foi fazer as entrevistas. Escrever o texto foi desafiante também. Todo esse trabalho de encontrar as pessoas certas e passar a ideia do que queríamos foi um aprendizado”, explica Alice de Carvalho Felizardo, de 13 anos, aluna da Escola Municipal CAIC Professor Arino Ferreira Pinto.
 
Além dos textos, a revista terá seu próprio canal de vídeo, criado no Youtube. O espaço trará novidades e comentários sobre o mundo das HQs e mangás, com o booktuber Iago Vitor Pereira. “A parte audiovisual é a que mais me atrai, porque curto muito ficar em frente às câmeras. O maior desafio é pensar nas falas de acordo com o tempo disponível”, comenta o jovem de 16 anos, aluno da Escola Estadual Francisco Escobar. A Página 9 ¾ contará ainda com vídeos da booktuber Ísis Vilhena, de 13 anos, responsável pelas resenhas e dicas de livros, sempre com um tom mais descolado.
 
Os participantes concordam que o projeto está mudando suas vidas. “Creio que todos estão parando para pensar que os jovens carecem de leitura. A diferença é que estamos visando o futuro”, destaca Iago. “O aprimoramento do conhecimento, tanto na parte escrita como no vocabulário, com certeza está fazendo a diferença para cada um de nós”, complementa Alice.
 
O lançamento da revista Página 9 ¾ acontece na sede do projeto, que fica na Biblioteca Municipal Centenário (Espaço Cultura da Urca), na próxima sexta (12/8) às 19h. O evento marca o encerramento do primeiro ciclo de criação deste grupo de jovens e pretende reunir familiares e amigos dos participantes, além de parceiros da ONG Casa da Árvore.
 
 
Sobre o projeto BiblioArte LAB
  
Além da revista Página 9 ¾, o projeto abriga outros dois empreendimentos experimentais de leitura e novas tecnologias, também desenvolvidos por jovens de Poços de Caldas. O #MeDizUmLivro envolve canais em redes sociais, onde os participantes irão compartilhar gifs, memes e outros conteúdos virais promovendo acervos públicos de literatura infanto-juvenil. As mídias locativas e acervos digitais são o campo de experimentação do <Leia-Me!>, que prevê a criação de hiperespaços literários na cidade.
 
Todos os encontros do BiblioArte LAB acontecem de segunda à sexta, das 14h às 18h. Para saber mais sobre o funcionamento, como participar ou como apoiar essa iniciativa, os interessados podem acessar o site do projeto, a fanpage  ou pelo e-mail diretoria@casadaarvore.art.br.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação Casa da Árvore
App Poços Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.